Página Inicial > Arquitetura, Design e Decoração > Transformação Gigantesca

Transformação Gigantesca

Fábrica de Cimento Transformada em Residência e Atelier por Ricardo Bofill

 

Ricardo Bofill transformou esta antiga fábrica de cimento, localizada em Barcelona, na Espanha, em um local confortável para seu atelier pessoal, e sua residência, que aparenta muito requinte.

A Fábrica de Cimento foi descoberta em 1973, e já era uma fábrica abandonada e parcialmente em ruínas, composta por mais de 30 silos, com galerias subterrâneas e salas de máquinas enormes, mas Ricardo Bofill comprou e começou as obras de renovação.

 

 

Ele definiu bem o espaço, com a demolição de certas paredes, expondo as estruturas anteriormente escondidas e criando a paisagem da arquitetura, com o plantio de diversas espécies de plantas como o eucalipto, palmeiras, oliveiras entre muitas outras.

As obras de renovação duraram quase dois anos para atingir um layout de acordo com a estética diferente das predisposições de plástico que se desenvolveu desde a Primeira Guerra Mundial e que estiveram presentes no interior da fábrica.

 

 

Um compêndio de elementos surrealistas; escadas paradoxais que subiam para o nada, o absurdo de certos elementos que pairavam sobre vazios, espaços atraentes, mas inúteis e de proporção estranha, mas mágica por causa de sua tensão e desproporção. Elementos de abstração; volumes puros que se revelam por vezes quebrados e impuros, bem como elementos do brutalismo; abrupta do tratamento, e as qualidades esculturais dos materiais. Ser seduzido pelos elementos da contradição e da indefinição do espaço, decidiu manter a fábrica e modificar a brutalidade original (devido ao grosso da natureza do antigo programa), e esculpi-lo como uma obra de arte.

 

 

Todos estes elementos mágicos estão no meio de jardins transformados que foram uma vez o pátio de uma fábrica de cimento. Vários espaços apareceram, e as estruturas foram agraciadas com uma utilização, onde suas características são o que designaram seu novo programa: a catedral, o jardim, e os silos.

A construção renovada incorpora várias línguas na história da arquitetura, uma linguagem culta, em oposição à arquitetura vernacular com janelas, portas, escadas e falsas perspectivas, aplicadas às paredes exteriores e algumas interiores.

Lentamente, com a ajuda dos artesãos da Catalunha a fábrica foi transformada, mas permanecerá sempre como obra inacabada. O espaço abundante e a altura prevista demonstra moderação inconcebível; o espaço interior não foi abarrotado com muitos elementos decorativos, mas sim os interiores são deliberadamente decorados com elementos contemporâneos casuais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Arquitecto: Ricardo Bofill
Programa: escritórios de arquitetura / arquivos / espaço de laboratório / exposição / apartamento residencial do Ricardo Bofill / quartos / jardins
Localização: Barcelona, Espanha
Área total: 3.100 metros quadrados e jardins
Área da casa: 500 metros quadrados
Data de Conclusão: 1975

Inspire-se!

 

Fontes: Maisarquitetura.com.br e Yatzer.com

 

 

Arquitetura, Design e Decoração , , , ,

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. Nenhum trackback ainda.