Página Inicial > Paisagismo > Obras de arte

Obras de arte

Chelsea Flower Show 2011

 

     A Exposição Chelsea Flower Show, oficialmente designada de  “Great Spring Show”, é uma exposição sobre jardins e jardinagem, realizada anualmente, pela Royal Horticultural Society nos terrenos do Royal Hospital Chelsea em Chelsea, Londres. As maiores atrações são as exposições de jardins e de arranjos florais.

     É a exposição mais famosa do seu gênero no Reino Unido e talvez a mais importante do mundo. É também um dos eventos sociais de grande relevo do verão londrino, e aconteceu entre os dias 24 e 28 de maio.

     Os prêmios atribuídos na Exposição são organizados em quatro níveis: ouro, prata-dourada, prata e bronze em cada uma das diversas categorias do concurso. A cada nível, exceto ao bronze, corresponde uma medalha que é entregue ao concorrente premiado.

     Os projetos são belíssimos, vale à pena conferir!

 

 

image

Criado por Gillespies, o jardim celebra a arte e as paisagens do condado inglês de Yorkshire. As plantas e a superfície utilizadas na ambientação são uma clara referência aos campos do local. O jardim conquistou a medalha de prata na categoria "Artisan Gardens" da mostra Chelsea Flower Show, na Inglaterra

image

Assinado por William Quarmby (Quarmby Landscaping & Design), o jardim "Basildon Bond" é uma homenagem aos 100 anos da homônima marca de artigos para papelaria. Quarmby criou uma atmosfera para pessoas que escrevem cartas. O ambiente recebeu uma medalha de bronze na categoria "Artisan Gardens" na edição 2011 do Chelsea Flower Show, na Inglaterra

image

O jardim patrocinado pela fundação Cancer Research UK foi criado por Robert Myers e tem como tema a sobrevivência. O projeto conquistou uma medalha vermeil na categoria "Show Gardens" da edição 2011 do Chelsea Flower Show, na Inglaterra

image

Partindo do pressuposto que as paisagens urbanas oferecem poucas plantas e flores, o projeto "Miracle Gro" criado por Geoffrey Whiten proporciona a oportunidade para que as crianças possam cultivar flores e aprender sobre (e com) o desenvolvimento dos vegetais. O jardim bucólico conquistou uma medalha vermeil na categoria "Generation Gardens" do Chelsea Flower Show 2011, na Inglaterra

image

O projeto de Ysgol Bryn Castell em companhia dos alunos da escolar de horticultura Heronsbridge propõe um jardim ambientado nos Vales de Gales em 1947. No ambiente, as crianças, simbolizadas pelos brinquedos, crescem em meio ao cultivo das frutas, hortaliças e flores. O espaço faz parte da edição 2011 do Chelsea Flower Show, na Inglaterra, e conquistou uma medalha de prata na categoria "Artisan Gardens" da mostra de jardinagem

image

Criado por Cleve West, o jardim patrocinado pelo jornal Daily Telegraph venceu a medalha de ouro na categoria "Show Gardens" do Chelsea Flower Show 2011, na Inglaterra. O projeto se baseia na justaposição de materiais modernos e tradicionais. As plantas e a forma como os elementos do jardim foram dispostos sugerem que ele mude com o tempo pela simples ação da natureza

image

Vencedor de uma medalha de prata na categoria "Artisan Gardens", o jardim "Fever Tree" planejado por Stephen Hall (Stephen Hall Design) tem uma casa na árvore feita com a madeira da Cinchona calisaya e cercada por um pomar com citrinos, gengibre e ervas. Da Cinchona se extrai o quinino usado no tratamento da malária. O espaço em exposição no Chelsea Flower Show 2011 enfatisa ainda outras plantas medicinais

image

Vencedor de uma medalha de prata na categoria "Artisan Gardens", o jardim "Fever Tree" planejado por Stephen Hall (Stephen Hall Design) tem uma casa na árvore feita com a madeira da Cinchona calisaya e cercada por um pomar com citrinos, gengibre e ervas. Da Cinchona se extrai o quinino usado no tratamento da malária. O espaço em exposição no Chelsea Flower Show 2011 enfatisa ainda outras plantas medicinais

image

Desenhado pela DeakinLock Garden Design e com patrocínio conjunto do jornal britânico The Sun e do viveiro John Woods, o "Fruitful Garden" dá a ideia de um jardim "de casa". O projeto prevê um local onde plantas ornamentais e frutíferas convivem e refletem a personalidade de seu proprietário como em uma casa habitável. O ambiente conquistou uma medalha vermeil na categoria "Generation Gardens" do Chelsea Flower Show 2011, Na Inglaterra

image

Criado por Jihae Hwang (Muum), o jardim "Hae-woo-so" usa a estética vintage da casinha e as flores silvestres para ambientação do espaço. O nome do jardim refere-se a uma palavra coreana que identifica o banheiro. Segundo a descrição do espaço, a inspiração para o jardim vem de uma antiga crença coreana que acreditava que o uso do banheiro era uma experiência catártica de elevação espiritual. O projeto venceu uma medalha d e ouro na categoria "Artesan Gardens" no Chelsea Flower Show 2011

image

A Leeds City Council desenvolveu um jardim que enfatiza a importância da água para o desenvolvimento industrial da região inglesa de Leeds. A ambietação ganhou a medalha de ouro na categoria "Show Gardens" da edição 2011 do Chelsea Flower Show, na Inglaterra

image

Partindo do pressuposto que as paisagens urbanas oferecem poucas plantas e flores, o projeto "Miracle Gro" criado por Geoffrey Whiten proporciona a oportunidade para que as crianças possam cultivar flores e aprender sobre (e com) o desenvolvimento dos vegetais. O jardim bucólico conquistou uma medalha vermeil na categoria "Generation Gardens" do Chelsea Flower Show 2011, na Inglaterra

image

O "Literary Garden" foi projetado como um refúgio para um poeta, onde trechos de obras são esculpidos em mourões de cercas e outros suportes. Os responsáveis pelo espaço são Martin Cook e Bonnie Davies. O ambiente do Chelsea Flower Show 2011 faturou uma medalha vermeil na categoria "Artesan Garden"

image

Patrocinado pelo Cork City Council e desenvolvido por Diarmuid Gavin, o Irish Sky tem várias referências, entre as quais, o animador Richie Baneham responsável pelos efeitos visuais do filme "Avatar". O destaque são as gramíneas, bambus e árvores plantados em ondas nos contornos dos espelhos d’água sob a plataforma suspensa. O jardim faz parte da mostra Chelsea Flower Show 2011, na Inglaterra

image

Patrocinado pelo Cork City Council e desenvolvido por Diarmuid Gavin, o Irish Sky tem várias referências, entre as quais, o animador Richie Baneham responsável pelos efeitos visuais do filme "Avatar". O destaque são as gramíneas, bambus e árvores plantados em ondas nos contornos dos espelhos d’água sob a plataforma suspensa. O jardim faz parte da mostra Chelsea Flower Show 2011, na Inglaterra

image

Criado por Luciano Giubbilei o jardim "Nature & Human Intervention" busca a contemplação através de um ambiente romântico na mostra de jardinagem Chelsea Flower Show 2011, na Inglaterra

image

Assim como no "Miracle Gro – Flowers", o escritório The Garden Design Centre, projetou um jardim frutífero em que as crianças de um colégio pudessem cultivar plantas frutíferas e hotaliças. O ambiente "Miracle Gro – Fruits" também propõe uma mudança na paisagem urbana. O jardim conquistou uma medalha vermeil na categoria "Generation Gardens" do Chelsea Flower Show 2011, na Inglaterra

image

O "Times Eureka Garden", uma parceria entre o jornal britânico The Times e o Jardim Botânico Real, foi assinado por Marcus Barnett. O espaço no Chelsea Flower Show 2011, na Inglaterra, reuniu plantas belas e úteis cientificamente. O pavilhão que compõe o jardim, por sua vez, foi inspirado nas estruturas celulares das plantas e tem projeto da NEX Architecture

image

Patrocinado pelo principado de Mônaco, o jardim que leva o nome do Estado foi projetado por Sarah Eberle para a edição 2011 do Chelsea Flower Show, na Inglaterra. O espaço é baseado no próprio principado e na relação entre arquitetura e a paisagem do local. O jardim é um dos vencedores da medalha de ouro da exposição Chelsea Flower Show 2011, na categoria "Show Gardens"

image

Val Christman criou um jardim baseado nas plantas, técnicas e composições que a empresa James Pulham & Sons utilizou em 1913. Na época, a Pulham era uma iminente criadora de belos jardins. O projeto venceu uma medalha de bronze na categoria "Generation Gardens" do Chelsea Flower Show 2011, na Inglaterra

image

Assim como no "Miracle Gro – Flowers", o escritório The Garden Design Centre, projetou um jardim frutífero em que as crianças de um colégio pudessem cultivar plantas frutíferas e hotaliças. O ambiente "Miracle Gro – Fruits" também propõe uma mudança na paisagem urbana. O jardim conquistou uma medalha vermeil na categoria "Generation Gardens" do Chelsea Flower Show 2011, na Inglaterra

image

O jardim "Postcard from Wales" recria a ambientação campestre do País de Gales. O ambiente foi criado por Kati Crome & Maggie Hughes e venceu uma medalha de ouro na categoria "Artesan Garden" do Chelsea Flower Show 2011, na Inglaterra

image

Criado pela Nigel Dunnett & The Landscape Agency e com patrocínio de um banco canadense o jardim "RBC – New Wild Garden" tem como ponto de atração um estúdio criado à partir de um container que recebeu um telhado vivo. O projeto recebeu uma medalha vermeil na categoria "Show Gardens" do Chelsea Flower Show 2011, na Inglaterra

image

Em homenagem ao botânico Sir Joseph Banks, membro fundador da Royal Horticultural Society (RHS), o paisagista australiano Ian Barker criou um jardim com o apoio do viveiro Fleming que há sete anos participa do Chelsea Flower Show, na Inglaterra. O ambiente é inspirado em uma viagem exploratória feita pelo cientista entre 1768 e 1771. A RHS é responsável pela organização da mostra

     Inspire-se!

 

     Fonte: Casaeimoveis.uol.com.br

Paisagismo , ,

  1. 27, junho, 2011 em 03:00 | #1

    Superior tikhinng demonstrated above. Thanks!

  1. Nenhum trackback ainda.