IPTU e taxa de incêndio em atraso

27, março, 2015

IPTU

O não pagamento do IPTU pode trazer sérias consequências para o proprietário de um imóvel, que vão desde restrições de crédito até o imóvel ser levado a leilão para quitação da dívida. Como forma de aumentar a arrecadação e diminuir volume de débitos em dívida ativa, prefeituras criam ações de incentivo para o pagamento dessas dívidas. Em Niterói, o Programa de Recuperação Fiscal (Refis), concede anistia de 100% dos juros e multas para pagamento dos débitos de IPTU dos anos anteriores a 2011.

Leia mais…

Impostos

INFLAÇÃO DO ALUGUEL

10, março, 2015

inflação do aluguel

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), conhecido também como inflação do aluguel porque é usado para reajustar a maioria dos contratos imobiliários, registrou variação de 0,74% na primeira prévia de março, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV). No mesmo período de apuração do mês anterior, a variação foi de 0,09%. 

Leia mais…

Indices

INFLAÇÃO DO ALUGUEL PERDE FORÇA EM PRÉVIA

10, fevereiro, 2015

IGP-M

Na 1ª prévia, alta foi de 0,09%, após avanço de 0,29% em janeiro.

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), conhecido como a inflação do aluguel, porque é usado para reajustar a maioria dos contratos de locação, registrou variação de 0,09% na primeira prévia de fevereiro, depois de avançar 0,29% no mesmo período de janeiro, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV). Em 12 meses, o índice acumula alta de 3,67%.

Leia mais…

Indices

IMÓVEL NA PLANTA – MAIS PROTEÇÃO PARA O COMPRADOR

30, janeiro, 2015

Imovel na planta

Desde novembro do ano passado, quem optar por comprar um imóvel na planta não corre mais o risco de perder a unidade caso a construtora passe por problemas financeiros durante o período de construção do empreendimento. A regra faz parte da Medida Provisória (MP) 656.

Leia mais…

Comprar imóvel

CAIXA AUMENTA TAXAS DE JUROS

20, janeiro, 2015

A Caixa Econômica Federal subirá as taxas de juros do financiamento imobiliário.

caixa economica aumenta taxas

A alta valerá para os financiamentos tomados a partir do dia 19 de janeiro. De acordo com o banco, a mudança só vai afetar quem tem renda acima de R$ 5,4 mil.

Leia mais…

Financiamento